IB03.29

Inteligência.10: a capacidade de fazer escolhas


Reflexão. Inteligência é a capacidade de fazer escolhas

Em acordo com http://www.significados.com.br/inteligencia/, a palavra é originada do latim intelligentia, de intelligere, em que o prefixo inter significa "entre", e legere quer dizer "escolha". Assim sendo, o significado original deste termo faz referência a capacidade de escolha de um indivíduo entre as várias possibilidades ou opções que lhe são apresentadas.

Penso que todos fazemos duas coisas, sejamos inteligentes ou não. 1) Percebemos, damos significado, interpretamos toda e qualquer situação. 2) Escolhemos entre as opções que se apresentam.

Assim se inteligência está vinculada à capacidade de fazer escolhas, todos seríamos inteligentes e incorreríamos nas reflexões em Somos todos inteligentes.

Reflexão. Inteligência estaria associada à capacidade de fazer escolhas? Ora, penso que todo burro também percebe e faz escolhas. Qualquer que seja o conceito de burro, sempre estamos lidando com um ser humano. Raciocinar, perceber opções, fazer escolhas e chegar a conclusões me parece padrão em todos os seres humanos normais, sejam inteligentes ou não. Até em animais. Logo, se isto for usado para reconhecer inteligência, penso que generaliza e dificulta na definição de protocolos para aumentá-la. E você, o que acha?

Reflexão. Utilize o tradutor Google latim-português para traduzir legere. Você provavelmente irá encontrar ler, não fazer escolha, como está no domínio (significado) comentado acima. Que conceito você poderia definir para inteligência a partir desta tradução?

Obs. Entrei com o mesmo tradutor, mas de português para latim, com a palavra escolher. Deu eligere.

Reflexão. Utilize o tradutor Google latim-português para traduzir inter e eligere. Usando estes radicais, como ficaria a origem do nome inteligência?

 

Continua aqui.

Voltar à relação de reflexões.