Início

Cursos

Textos

DVDs

Obras

Produtos

YouTube

Como chegar

Quem somos

Contato

Inocência útil 08

Os ricos estão cada vez mais ricos, e os pobres, mais pobres


Há algo no centro das atenções políticas e econômicas: os valores. Todo inocente útil fala muito as palavras riqueza, pobreza, ricos e pobres. Fala muito também em direita e esquerda, sempre depreciando um e enaltecendo o outro. Mas dificilmente tem noção das vicissitudes da sua fala. Por isto insisto, incialmente, nos detalhes.

Pessoas que repercutem estas frases, sem dúvidas, engrossam as fileiras dos mal informados:

·        O de cima sobe, o de baixo desce.

·        Os ricos estão cada vez mais ricos, e os pobres, mais pobres.

De fato, há décadas, um grupo cada vez menor vem concentrando valores e poder, mas nem os pobres estão mais pobres, nem os ricos, mais ricos.

Bastam algumas pesquisas para confirmar. Pesquise:

·        Evolução da pobreza no mundo.

·        Evolução de extrema pobreza no mundo.

·        Evolução da riqueza no mundo.

·        Sobre a evolução da riqueza das classes A e B.

Se você efetuou as pesquisas, você deve ter percebido que o percentual das populações com rendas de até US$1,00 e US$2,00 ao dia vêm diminuindo em todo o mundo, exceto África, que praticamente se manteve. Em 20 anos temos metade do percentual de pessoas na extrema pobreza. Portanto estes se tornaram menos pobres.

Se você conferiu as rendas dos mais ricos, percebeu que os extremamente ricos estão cada vez mais ricos.

Se foi atencioso percebeu também que o número de super-ricos oscila, eventualmente diminui, e não acompanha o aumento populacional. Isto quer dizer que ocorre concentração de renda nas mãos de uma minoria cada vez menor em número.

A Forbes, que lista bilionários, reduziu o número deles de 2018 para 2019 e ainda em 2020, mas explodiu ao início de 2021:

“O número de bilionários na 35ª lista da Forbes dos mais ricos do mundo, publicada anualmente, explodiu para um número sem precedentes de 2.755 pessoas, 660 a mais do que em 2020. Ao todo, as fortunas consolidadas chegam a US$ 13,1 trilhões, valor bem acima dos US$ 8 trilhões da lista de 2020. 

Interessante. A pandemia fez aumentar o número de bilionários e os valores acumulados por estes. Sabemos das dificuldades de muitos com a perda de empregos e firmas fechadas. Há relação?

Penso que você teve alguma dificuldade em encontrar pesquisas com os ricos que não são os bilionários da nata e da Forbes.

Os da nata são entre 20 a 400, conforme o site que analisa. A Forbes lista menos de três mil bilionários. Alguns aumentando de patrimônio, outros perdendo, há os que saíram da lista e contam muitos novos em início de 2021.

Agora, cadê a classe A da sua comunidade? Cadê os profissionais liberais, funcionários públicos que ganham acima de 10 salários mensais? Ou com um a novecentos milhões de dólares de patrimônio? Pois é, este grupo está diminuindo em número e está perdendo valores. Os trabalhadores e funcionários que recebem mais de US$50,00 por dia estão diminuindo em número e tendo a sua renda diminuída.

As famílias de classe B são as que tem rendimentos entre dez e vinte salários mínimos. Estão na classe A (ricos) as famílias que têm renda acima de 20 salários mínimos. No Brasil se considera os super-ricos pessoas físicas com salários acima de 60 salários mínimos.

Confira: https://valor.globo.com/brasil/coluna/estudos-apontam-que-ate-900-mil-pessoas-deixaram-classes-a-e-b.ghtml.

De fato, os ricos não estão ficando mais ricos, pelo contrário. Só alguns, justamente os de maior patrimônio.

Rico, super-rico e suprarrico

Para entender por que os ricos e super-ricos estão diminuindo em número e patrimônio enquanto os mais ricos entre os super-ricos (os suprarricos) aumentam de patrimônio, você vai precisar identificar a relação entre os ricos, a política e o dinheiro. Assunto de outra reflexão neste grupo de estudos. Mas pode especular.

Antes, porém, há ainda uma reflexão a destrinchar: por que tantas pessoas acreditam que os ricos estão cada vez mais ricos, se há décadas que não é bem assim? Por que acreditam que os pobres estão cada vez mais pobres, se também não é bem assim? Com informações incorretas, pessoas facilmente fazem o papel de inocentes úteis.

 

Continua em inocência útil 09

 


IBTED Cursos, Vídeos, Produtos, Editora e Terapias

Página inicial do grupo de estudos

Site do IBTED

Contato: (21) 99187-3020 (OI + Whatsapp) - [email protected]

Sociais: facebook/ibted   -  facebook/robertohaddad.ibted