Início

Cursos

Textos

DVDs

Obras

Produtos

YouTube

Como chegar

Quem somos

Contato

Inocência útil 09

A esquerda e a direita se embatem pelo poder


Penso que uma das crenças sociais mais amplamente divulgada e descaradamente falsa seja a que existe uma disputa ampla entre a esquerda e a direita. De um lado os EUA, os liberais, os capitalistas; do outro, a China, os democratas, os comunistas e os socialistas. Como registrado na Wikipédia:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Esquerda_e_direita_(política): “O espectro político esquerda-direita é um conceito geral de enquadramento de ideologias e partidos. Esquerda e direita são muitas vezes apresentadas como opostas, embora um indivíduo ou grupo em particular possa eventualmente assumir uma posição mais à esquerda numa matéria e uma postura de direita ou até de extrema-direita noutras. Na França, onde os termos se originaram, a esquerda tem sido chamada de "o partido do movimento" e a direita de "o partido da ordem”.

Há um consenso geral de que a esquerda inclui progressistas, sociais-liberais, ambientalistas, social-democratas, democrático-socialistas, libertários socialistas, secularistas, socialistas, comunistas e anarquistas, enquanto direita inclui neoliberais, económico-libertários, conservadores, reacionários, neoconservadores, anarcocapitalistas, monarquistas, teocratas (incluindo parte dos governos islâmicos), nacionalistas, fascistas e nazistas.”

Sei que o povão e muitos de seus representantes se posicionam a partir dos atributos de esquerda e direita. Nos escalões inferiores há sim essa disputa, mas não entre os grandes empresários, ditadores e outros poderosos.

Esta divisão é necessária para que, toda vez que perceba que seu país é explorado por empresas de fora, não se una, mas cada lado acuse o outro pela exploração, aumentando seu embate. Assim perdemos foco: quem são os que, de fato, nos exploram, e como facilitamos as coisas.

Penso ser necessária muita ingenuidade para acreditarmos nisto – que a direita e a esquerda se embatem em todos os níveis. Essa crença se desmonta com apenas uma questão: Quem financia a direita, e quem, a esquerda?

·        Quem financia a direita? Fácil de responder: o grande capital.

·        Quem financia a esquerda? Wikileaks já mostrou: o grande capital.

São empresas nacionais e multinacionais que financiam a esquerda no Brasil. São empresas nacionais e multinacionais que financiam as esquerdas na União Europeia, nos EUA, no restante do mundo. Muitas destas só financiam a esquerda, outras apenas a direita e algumas ambos os lados. Há chineses ocultos sob o manto do partido chinês que financiam e fazem negócios tanto com a esquerda quanto com a direita de outros países! Há capital europeu e norte-americano na China, logo, as investidas chinesas precisam ser em acordo com os supraempresários de lá. Faça esta pergunta: quem são os chineses do partido de lá que detêm o poder na China?  

Governos populistas falam muito de pobres. Mas pobres não financiam governos, são sustentados por estes. Há todo um sistema para manter os pobres na pobreza e sem valores disponíveis, logo, não são estes que financiam a esquerda. Pessoas ricas, empresas e ditadores detêm o poder e o capital, logo, são os que ficam com os frutos do trabalho de seu povo e financiam as mídias e o aparato policial e militar. E também o Bird, a ONU e seus projetos pelo mundo. Estas instituições são financiadas e controladas pelo Grande Capital, logo, seguem suas diretrizes. Muita inocência acreditar que seus representantes e administradores gerais são direcionados por ideologia. Penso que em esferas inferiores e médias encontramos pessoas assim, mas não na cúpula.

China x EUA? Os dois países têm seus representantes no órgão de Segurança da ONU. Têm um ótimo comércio internacional. Muitas empresas de um lado investem no outro país. Até há alguma disputa comercial decorrente das atividades do capital que pode ser usada para que vejamos uma guerra, mas são apenas vicissitudes do sistema: concorrência e reserva de mercado, nada que possamos identificar como, de fato, uma contenta. Procure ver os embargos à Coréia do Norte impostos pela ONU, aí você perceberá o que é disputa esquerda x direita. Ou melhor: globalização x seus raros opositores. Globalização ou Nova Ordem Mundial, como preferem alguns e outros rechaçam.

Estas palavras ajudam a compreender o financiamento mundial de partidos: globalização ou Nova Ordem Mundial. Um grupo de supraempresários e famílias que possuem multinacionais e grandes empresas nacionais. Só identificar quem ficou mais rico e poderoso com a pandemia: banqueiros, donos de supermercados, da indústria farmacêutica, do Google e praticamente todos que enriqueceram em 2020. São estes que investem em políticos, principalmente os que abrem barreiras para que as suas empresas possam adquirir bens no mundo todo. Os mesmos supra empresários e famílias que financiam o BIRD e demais segmentos da ONU. Alguns dos quais estão interessados em adquirir as terras produtivas no Brasil. E que nossos políticos correm o risco de entregar, mesmo sem saber se serão chineses ou pessoas de outros povos que irão trabalhar nela, desempregando brasileiros. Regras da globalização.

Conceito de supracapital e outros. Regularmente utilizo expressões como supraempresas, supracapital, supraempresários ou supracapitalismo. Entenda que com o radical supra pretendo referenciar empresas, capital e empresários multinacionais com poder de interferir na economia de vários países. Todos os financiadores da ONU, do Bird e demais ramos da ONU devem ser considerados supraempresários.

Além das classes baixas, médias e altas de um país, sabemos que há pessoas e empresas que atuam nesse país, mas não moram obrigatoriamente nele. Não são apenas superricos, estão além disto.

Quando um grupo no país fala em boicotar ou cancelar uma empresa, certamente as supraempresas estão fora da lista. George Sohos, Google, ARAMCO e até a antes nacional AMBEV são exemplos. Mesmo que quisessem, estas empresas financiam ou são as mídias, boicotes a elas não teriam efeito relevante. Imagine aí se alguém soubesse que a SKOL ou a AMBEV defendem o empobrecimento do país. Você acha que o consumo de cerveja diminuiria a ponto de prejudicar a empresa? Ora, ela tem outros mercados e lidam com produtos de alto consumo!

As regras para os supraempresários e para os suprarricos são substancialmente diferentes, apesar de os supreempresários serem todos suprarricos. Falaremos regularmente destes grupo.

 

Avaliações do interesse do grupo de estudos

Avaliação 01. Este pensamento é fato, fake, falácia ou algo mais?

Avaliação 02. Emburrece ou desvia o foco?

Avaliação 03. Empobrece social ou financeiramente pessoas ou grupos?

Avaliação 04. Aumenta a agressividade intergrupos?

Avaliação 05. Aumenta o adoecimento psicológico?

Avaliação 06- Inocência útil?

 

O que você quer?

·        Dar continuidade à reflexão. Peça para ser incluído no próximo grupo de estudos via WhatsApp.

·         Acessar o próximo tema – continua em inocência útil 10.

·        Acessar a primeira página com o tema inocência útil.

·        Voltar à relação dos textos liberados sobre os grilhões modernos.

·        Atendimento individual em Psicologia.

·        Saber por quê e para quê estas reflexões.

 


IBTED Cursos, Vídeos, Produtos, Editora e Terapias

Página inicial do grupo de estudos

Site do IBTED

Contato: (21) 99187-3020 (OI + Whatsapp) - [email protected]

Sociais: facebook/ibted   -  facebook/robertohaddad.ibted