Início

Cursos

Textos

DVDs

Obras

Produtos

YouTube

Como chegar

Quem somos

Contato

 

 

Vovô Massagem

 

Sobre o uso da Bengala na Vovô Massagem

 

Há prós e contras no uso da bengala na Vovô Massagem.

Sobre a bengala

O uso da bengala identifica certo grau se deficiência, seja visual ou motora.

A finalidade principal desse uso é evitar a queda. No caso de deficiência visual, soma-se o uso de identificar acidentes à frente. Artroses, tendinites, fibroses, deformações, lesões e vários outros males podem dificultar a marcha e a bengala é utilizada em casos em que a pessoa consegue ficar em pé, mas corre o risco de cair.

Por que não utilizar a bengala na massoterapia?

Como a bengala destaca a presença de uma deficiência ou dificuldade, sua presença facilita a oferta de inclusões. Como pessoas que se levantam nos meios de transporte para dar lugar aos que empunham uma bengala. Ou quando na travessia de rua pessoas ao lado ficam em alerta ou mesmo ajudam a alcançar a outra calçada.

Assim o uso da bengala em outras situações poderia diminuir a importância que se dá a sua presença nas mãos de alguém.

Por que utilizar a bengala na Vovô Massagem?

Ora, na prática muitos idosos evitam o seu uso. Lido com idosos a décadas e cansei de presenciar pessoas que foram orientadas a fazer uso dessa ferramenta e que simplesmente a evitam. Não querem que a sua deficiência apareça, preferem se arriscar à queda e ao prejuízo da saúde. Especialmente pessoas que precisam de serviços costumam acreditar que, ao se mostrarem deficientes, teriam mais dificuldade em consegui-los. E penso que têm razão. Normalmente evitamos sobrecarregar pessoas com deficiência e há aqueles que temeriam mau rendimento por este grupo nos serviços que prestariam.

Assim o uso da bengala numa atividade criativa reduz o estigma de deficiente. Entre os nossos alunos, não raro, percebemos pessoas que, ao início, tinham vergonha do uso e que, ao final do curso, torciam para que ocorressem situações em que pudessem mostrar o uso diferencial.

Ora, entre estes alunos há os que já têm má circulação linfática ou venosa nas pernas, sofrem de esporão de calcâneo ou artrose nos joelhos, têm lombociatalgia ou algum dos outros males que dificultam a marcha e podem facilitar a queda. Utilizando a bengala, eles próprios se previnem de acidentes.

Conclusão

O uso da bengala na Vovô Massagem reduz o estigma de deficiente atribuído aos que a utilizam.

Mesmo que as pessoas de forma geral respeitem e atribuam alguma deficiência ao portador da bengala, ele próprio não o faz quando a associa ao trabalho, daí a recomendação: melhoria da autoimagem.

Sugestão

Que possamos identificar outros usos não estigmatizantes para a bengala.

 

 


 

 

IBTED Cursos, vídeos, Produtos, Editora e Terapias

Contato: (21) 99187-3020 (OI + Whatsapp) - [email protected] 

Sociais: facebook/ibted   -  facebook/robertohaddad.ibted