Início

Cursos

Textos

DVDs

Obras

Produtos

YouTube

Como chegar

Quem somos

Contato

 

Reflexões para a Saúde

Previna-se para não usar Fraldas Geriátricas

 


 

Este alerta me foi passado pelo renomado mestre Bartolomeu Alberto Neves.

Muitas coisas podem estar em questão quando alguém começa a utilizar fraldas geriátricas: sistema nervoso, alargamento das alças intestinais, tipo e volume da alimentação, medicamentos e até exercícios físicos. Mas por hora vejamos apenas algumas características musculares e possíveis reações medicamentosas nestes músculos.

Músculos

O peristaltismo (movimento dos intestinos) depende de músculos, pulsos nervosos e flora intestinal.

Os intestinos são amparados por alças musculares que os seguram às costelas (alças intestinais); quanto mais estes músculos se enfraquecem, mais os intestinos se projetam (a barriga fica maior); sem a estabilidade destas alças, os intestinos tendem a se alargarem: o diâmetro tende a ser maior, o volume total do bolo fecal idem, o que facilita a diverticulite e dificulta o peristaltismo.

Outra peça de suma importância é o músculo esfíncter anal, responsável pelo controle da evacuação. Com o passar dos anos a perda da massa muscular afeta tanto o esfíncter quanto as alças. Mesmo que a pessoa conte com o sistema neurológico e a consciência razoavelmente preservados, À vezes os músculos não são suficientes para controlar o volume fecal, normalmente aumentado. Nestes casos o uso das fraldas geriátricas faz-se necessário para preservar a higiene e a qualidade de vida do idoso.

E apenas o tempo é responsabilizado pela incômoda necessidade.

Reflexão

Qual seria a sequela de se relaxar todos os dias? O que aconteceria se, não por uma semana ou um mês, mas por vários anos, alguém tivesse um comportamento para retirar o tônus muscular?

Imagine alguém no seu dia a dia, andando, tomando banho, conversando e trabalhando. Agora retire um pouco, quase nada, do tônus muscular ou da sensibilidade neurológica, apenas o suficiente para aliviar uma dor ou mal estar.

Dia a dia, como o hábito de escovar os dentes. Não vai dar para perceber, em poucos dias, nenhuma mudança.

Não é uma situação fictícia. Estamos falando dos inúmeros casos de pessoas que se valem de remédios sem contra indicação como o dorflex ou a aspirina, diariamente. Esses remédios, sem qualquer registro de afetar a musculatura, podem ser responsáveis pela diminuição do tônus muscular. Não têm a bexiga e os intestinos seus músculos?

Reflexão 2

Pegando carona nessa linha de raciocínio e sabendo que os remédios para reduzir a pressão (com alfa e betas bloqueadores) provocam relaxamento da musculatura lisa (é assim que certos remédios fazem para reduzir a pressão: reduzem a força da musculatura lisa do coração), o quanto isto facilita a perda de massa muscular através dos anos?

Também os medicamentos para problemas emocionais, para alergia, os diuréticos e muitos outros promovem relaxamento muscular.

Você viu esta pesquisa?

Quando utilizamos um remédio que retira parte do tônus muscular, quase nada, apenas um leve relaxamento e bem estar, mas durante anos, como isto afeta nossos músculos? Como isto nos leva ao uso das fraldas geriátricas?

Ela poderia:

Abrir as portas para protocolos preventivos ao uso de fraldas geriátricas.

Promover comoção popular pela busca de recursos que substituam o uso de medicamentos.

Informações complementares

A prática regular de exercícios físicos, certos hábitos alimentares e muitos outros hábitos podem prevenir esse fúnebre quadro.

As terapias alternativas possuem vários recursos com ação direta na sensação de dor (um dos principais motivos de consumo de medicamentos) como o shiatsu e o DO-IN.

 

Para voltar à relação de textos Reflexões para a Saúde.

 


Texto Como encontrar ou assunto do seu interesse - texto, curso, doação, passeio etc.

Site do IBTED. Sobre cursos, textos, vídeos, produtos e outras informações.

Contato: contato.ibted@gmail.com.

Para receber textos sobre terapias alternativas: curta IBTED Terapias no facebook (facebook/ibted).

Para receber textos sobre Fisiologia curta Roberto Haddad no facebook (facebook/robertohaddad.ibted).

Peça para ser amigo de Roberto Haddad no facebook (facebook/carlosroberto.serraohaddad).

  

IBTED Cursos, Produtos, Editora e Terapias

Contato: (21) 4126-5770 (TIM fixo) - (21) 99187-3020 (OI + Whatsapp) - 98250-0538 (TIM)

contato.ibted@gmail.com  -  facebook/ibted   -  facebook/robertohaddad.ibted