Início

Cursos

Textos

DVDs

Obras

Produtos

YouTube

Como chegar

Quem somos

Contato

Protótipo da página EAD - MB

Curso EAD Reflexologia Podal Cativante


Esta página é protótipo da página inicial do curso. Os links em negrito e vermelho não abrem, mas estarão acessíveis na página original que você vai receber após sua inscrição no curso.

Benvindo ao curso EAD de Reflexologia Podal Cativante do professor Roberto Haddad, do IBTED.

Esta página tem a função de coordenar os links e informações complementares do curso.

 

Aulas personalizadas

Você manterá contato com o instrutor por e-mail. A cada contato você terá as orientações necessárias, poderá tirar todas as suas dúvidas e deverá enviar vídeos confirmando a sua prática, para avaliação.

A interação com o instrutor é muito importante. É a partir dela que o instrutor poderá sugerir melhorias na sua técnica.

O instrutor poderá pedir que você refaça alguma missão ou poderá lhe dar tarefas complementares visando garantir sua prática firme e segura antes de liberar o seu certificado.

Lembre-se de enviar seus dados (nome, endereço com CEP, identidade) para receber pelos Correios o DVD Terapia Podal Cativante e o certificado do curso (com a parte prática da terapia). São tantas as manobras que você vai precisar ter este DVD para relembrá-las. As faixas no DVD são diferentes das vídeo-aulas (links neste texto).

Objetivo do curso

Preparar o terapeuta para a prática segura e eficaz da Reflexologia Podal Cativante, método Roberto Haddad.

 

Prepare-se para o trabalho

Vídeo 01: Anatomia podal. Anatomia palpatória dos ossos do pé.

Vídeo 02: Dicas para localizar os pontos reflexológicos. Em acordo com a nossa cartografia.

 

Mecanismos de ação na Reflexologia Podal

Vídeo 03: Os mecanismos de ação na Reflexologia Podal.

O domínio dos mecanismos de ação nos dá o poder de selecionar quais as reações que queremos alcançar.

Vídeo 04: Propostas (recursos e seus mecanismos de ação) da Reflexologia Podal Cativante. Sobre inserir novos recursos objetivando aumentar os efeitos da reflexologia podal. Inclui as etapas em que devem ser praticados.

Material a disponibilizar

Vídeo 05: Material a disponibilizar. Para assepsia, higiene, tratamento e encerramento.

A loção inicial pode ser substituída por algum aroma no álcool 70.

Vídeo 06: Recursos Cativantes a disponibilizar. O kit seis peças, as esferas, os búzios e a pedra de massagem.

Cartografia

É altamente recomendável que você disponibilize a cartografia ao cliente. Até porque você pode encontrar um ponto dolorido nos pés e, na hora, não lembrar qual a víscera ou área reflexa. A cartografia lhe salva nos casos em que você não lembrar qual a região reflexa.

Se tiver sua sala própria, procure colocar um banner na parede. Isto facilita a curiosidade e a apresentação da terapia. Você pode adquirir o nosso, veja ao final desta página.

Anamnese

Apenas com o conhecimento dos mecanismos de ação (Fisiologia) dos recursos que utiliza e ainda da Etiologia do quadro em questão, teremos certeza que estamos utilizando os recursos certos no caso. Sem isto, podemos até estar atrasando a busca pela cura ou a própria cura. Assim Fisiologia, Etiologia, outras ciências e bom senso são necessários para saber se devemos ou não oferecer a terapia.

Por favor, não deixe de ler aqui Texto 01- sobre relação com a supervisão médica.

Contraindicações

Você é responsável por saber em que quadros seus recursos são eficazes e em quais são contraindicados. Seguem algumas dicas.

Micoses, pé de atleta (micose entre os dedos) e lesões recentes na pele do pés contraindicam parte ou todos os recursos.

Evite os casos de pacientes muito frágeis, como insuficiência cardíaca crônica, sob efeito de quimioterapia e em crises de alergia ou bronquite. Pacientes em crise quase sempre devem ser atendidos em emergências.

No caso da reflexologia podal, o estímulo do mecanismo simpático pela dor é seu principal meio de ação. Ora, a dor promove vasoconstrição e contratura muscular, o que pode aumentar, por exemplo, a pressão arterial. Assim é necessário avaliar possíveis quadros em que não se deve estimular a dor. Nesses casos a estimulação é bem mais suave. Como gravidez e hipertensão arterial. Sempre que tiver dúvidas, evite aplicar a terapia.

A dor deve ser evitada em quadros em que o cliente está hipersensível. Como lábeis de ânimo e TPM.

Há quem contraindique em pessoas que tomam hipertensivos caso não lhe possamos aferir se a pressão arterial está regulada. Sabemos que a dor pode e costuma aumentá-la. Ora, a posição relaxada e o toque costumam regular a pressão, geralmente reduzindo-a. Com o cuidado de não promover dor, apenas um incômodo suave, creio que até seja indicada. Fica a dica: sempre utilize o bom senso e, em qualquer dúvida, evite o risco.

Você também pode descrever o caso e enviar para haddad.ibted@gmail.com.

Posição de trabalho

Vídeo 07: Sobre as posições de trabalho. As posições devem ser as mais confortáveis para ambos - cliente e terapeuta.

Podólogos costumam utilizar a posição sentado, que é a posição que utilizam na sua prática. Você deve escolher uma em que ambos - terapeuta e cliente - se sintam confortáveis.

Assepsia e investigação visual

Vídeo 08: Cuidados iniciais. Como assepsia e investigação visual. Com dicas, como a observação de acidentes na pele e sobre a velocidade durante a higienização.

Alongamento. Uma das novidades incluídas por Roberto Haddad são as manobras de alongamento. Ora, ao alongarmos ou relaxarmos um músculo, outros músculos do organismo tendem a relaxarem também. Respire de modo a relaxar e alongar o reto-abdominal e o diafragma. Ou receba uma massagem só nos ombros, só no abdome ou só no rosto. Assim como nos pés, um grupo de massagem em uma região tem o poder de promove reações positivas no resto do corpo.

Há uma sequência de manobras de alongamento e cinesiologia no DVD que você receberá.

No vídeo a seguir, apenas as manobras (a seleção delas e sequência ficará por sua conta).

Vídeo 09: cinesiologia e alongamento.

Investigação

Vídeo 10: Investigação tátil. Chegou a hora de procurar pontos sensíveis nos pés.

Se for avaliar o dorso dos pés, registre as dicas complementares abaixo ou adquira uma cartografia que inclua essa região. Muitas das cartografias, como a nossa, apresentam apenas pontos na planta do pé.

Dicas complementares: no maléolo externo e contorno: testículos em homens, ovário em mulheres. No maléolo e contorno interno: próstata em homens, útero em mulheres. Dorso dos pés: pulmão sobre os metatarsos, sistema linfático sobre o tarso.

Avaliação e retorno ao cliente

Vídeo 11: Retorno ao cliente. Sobre a avaliação dos pontos sensíveis. Certamente a parte mais delicada na reflexologia podal.

Identificados os pontos mais sensíveis, dê uma pausa para a identificação. Investigue na cartografia a que região se refere e informe ao cliente. Aguarde sua opinião. Não faça questão de estar certo, afirme se tratar apenas de um indicativo.

Tratamento. Tenha certeza: a dor promove reação, no mínimo, antiálgica, com reação corretiva na compensação muscular. A dor (o tratamento) deve durar pelo menos seis e no máximo doze minutos (de três a seis minutos em cada pé).

Vídeo 12: Sobre os toques de tratamento. Conforme a linha, o toque pode ser diferente.

Estímulos proprioceptivos. Outra novidade do método Roberto Haddad é a inserção de estímulos suaves visando reações especificamente hipotalâmicas e no ACCUBENS.

Vídeo 13: Manobras suaves. Manobras propriceptivas devem ser feitas com veículo deslizante.

Recursos cativantes. Sabendo que quanto maior a diferença no toque proprioceptivo maiores serão as reações hipotalâmicas e de bem estar, podemos e devemos utilizar algum recurso cativante. As séries de manobras com recursos cativantes estão no DVD que você receberá.

Vídeo 14: Recursos Cativantes. Dica sobre recursos cativantes. As manobras com recursos cativantes estarão no DVD que você receberá.

Duração e Encerramento

Duração. O tempo total com uma seção de reflexologia podal deve ficar entre 20 e 50 minutos. A dor (o tratamento) deve durar pelo menos seis e no máximo doze minutos (de três a seis minutos em cada pé). Os efeitos alcançados não parecem aumentar se imputarmos mais tempo de dor ao cliente.

Mais de 30 minutos em supino costuma incomodar a coluna, então procure utilizar os apoios complementares: coxa e ombros.

Antes do encerramento você pode utilizar recursos complementares. Como imergir os pés em água aquecida. Há aparelhos que, além de aquecer e manter a água aquecida, ainda dispõe de vibrador (massageador). E costuma ser cativante o uso de pétalas de flores, essências e/ou óleos essenciais na água antes de colocar os pés nesses equipamentos.

Encerrado o tratamento, retire o excesso de creme hidratante caso o tenha utilizado e aplique um creme, um spray ou ambos nos pés.

Vídeo 15: Limpeza final e encerramento glamoroso.

Cuidados com os pés após a limpeza final aparentam ser um serviço extra, daí lidar com eles como recursos cativantes.

 

Certificado de conclusão de curso

Há a opção de emissão do certificado. Para tanto o aluno deverá enviar tantos vídeos e mensagens quantos o instrutor necessitar para conferir a sua prática segura e eficaz. Sim, para conseguir um certificado IBTED você precisará filmar e enviar alguns vídeos para o instrutor.

Com o certificado, o aluno, se desejar, fará parte da listagem de Terapeutas Podais Cativantes indicados pelo IBTED, que será disponibilizada em breve no site do IBTED.

Certificado antecipado, não. Regularmente nos pedem que antecipemos a emissão do certificado argumentando que o curso já foi integralmente pago. Afinal vários cursos EAD agem assim.

Explicamos: o IBTED somos um renomado instituto de pesquisas em terapias alternativas e corporais com cursos livres e reconhecidos pela sociedade alternativa pela sua qualidade. Só emitimos os certificados em cursos presenciais e nos casos em que podemos comprovar que o aluno praticou o método e foi devidamente orientado. Assim pedimos a gentileza e a paciência em aguardar completar o curso para pedir o seu certificado. Pode acreditar: é um curso fácil, com todos os detalhes exaustivamente explicados nos vídeos e nas mensagens, desde que o aluno faça a sua parte: grave vídeos e escreva mensagens conforme os pedidos do instrutor e os envie.

Leis e legalização

As leis, regras e orientações da Vigilância Sanitária devem ser regularmente pesquisadas e seguidas. E mudam de município a município. Mantenha-se atualizado.

Qualificação profissional

Até agora (outubro de 2017) as Alternativas, tampouco as Reflexologias, foram regulamentadas. Qualquer um, mesmo sem certificado algum, pode conseguir um alvará como terapeuta holístico e trabalhar como reflexoterapeuta.

Espaço e preparos

Sem dúvidas o preparo do ambiente, do clima e do material é de suma importância para prática legal, eficaz e segura. Contudo, como esse tema é genérico, do interesse de todo e qualquer terapeuta, não faz parte especificamente do programa do curso de Reflexologia Podal Cativante.

Para adquirir produtos IBTED auxiliares para o curso Reflexologia Podal Cativante

 

 

Atenção: as suas respostas não impedirão de receber seu certificado, pois todas serão corrigidas caso não estejam corretas. O que pode acontecer é o professor pedir para regravar alguma de suas atividades depois de suas orientações.

 

Aguardando seu contato. carlos.ibted@gmail.com.

 


 


 

IBTED Cursos, Produtos, Editora e Terapias

Contato: (21) 4126-5770 (TIM fixo) - (21) 99187-3020 (OI + Whatsapp) - 98250-0538 (TIM)

contato.ibted@gmail.com  -  facebook/ibted   -  facebook/robertohaddad.ibted