Início

Cursos

Textos

DVDs

Obras

Produtos

YouTube

Como chegar

Quem somos

Contato

Curso IBTED EAD

Reflexologia Podal Cativante

Método Roberto Haddad - Versão EAD do curso


Esta página contém o programa do curso EAD disponível na plataforma.

Os vídeos grifados em vermelho só estão liberados na plataforma.

 

Veja antes o texto: Reflexologia e outros cursos Podais.

 Para adquirir o curso EAD Reflexologia Podal Cativante.

 

Adquirindo o curso EAD Reflexologia Podal Cativante você:

1) Terá acesso por 30 dias aos vídeos comentados abaixo.

2) Receberá pelos Correios o DVD Terapia Podal Cativante (com a parte prática da terapia). São tantas as manobras que você vai precisar ter este DVD para relembrá-las. As faixas no DVD são diferentes das vídeo-aulas. Lembre-se de adquirir a nossa cartografia, caso ainda não a tenha (custos ao final deste texto).

 

Lembre-se de enviar seus dados (nome, endereço com CEP, identidade) para receber, pelos Correios, o DVD Terapia Podal e o certificado do curso. São tantas as manobras que você vai precisar ter este DVD para relembrá-las. As faixas no DVD são diferentes das vídeo-aulas (links na plataforma).

 

Programa do curso EAD disponível na plataforma

 

Prepare-se para o trabalho

Vídeo: Anatomia podal. Anatomia palpatória dos ossos do pé.

Vídeo: Dicas para localizar os pontos reflexológicos. Em acordo com a nossa cartografia.

 

Mecanismos de ação na Reflexologia Podal

Vídeo: Os mecanismos de ação na Reflexologia Podal.

O domínio dos mecanismos de ação nos dá o poder de selecionar quais as reações que queremos alcançar.

Vídeo: Propostas (recursos e seus mecanismos de ação) da Reflexologia Podal Cativante. Sobre inserir novos recursos objetivando aumentar os efeitos da reflexologia podal. Inclui as etapas em que devem ser praticados.

Material a disponibilizar

Vídeo: Material a disponibilizar. Para assepsia, higiene, tratamento e encerramento.

A loção inicial pode ser substituída por algum aroma no álcool 70.

Vídeo: Recursos Cativantes a disponibilizar. O kit seis peças, as esferas, os búzios e a pedra de massagem.

Cartografia

É altamente recomendável que você disponibilize a cartografia ao cliente. Até porque você pode encontrar um ponto dolorido nos pés e, na hora, não lembrar qual a víscera ou área reflexa. A cartografia lhe salva nos casos em que você não lembrar qual a região reflexa.

Se tiver sua sala própria, procure colocar um banner na parede. Isto facilita a curiosidade e a apresentação da terapia.

Anamnese

Apenas com o conhecimento dos mecanismos de ação (Fisiologia) dos recursos que utiliza e ainda da Etiologia do quadro em questão, teremos certeza que estamos utilizando os recursos certos no caso. Sem isto, podemos até estar atrasando a busca pela cura ou a própria cura. Assim Fisiologia, Etiologia, outras ciências e bom senso são necessários para saber se devemos ou não oferecer a terapia.

Por favor, não deixe de ler aqui sobre relação com a supervisão médica.

Contraindicações

Você é responsável por saber em que quadros seus recursos são eficazes e em quais são contraindicados. Seguem algumas dicas.

Micoses, pé de atleta (micose entre os dedos) e lesões recentes na pele do pés contraindicam parte ou todos os recursos.

Evite os casos de pacientes muito frágeis, como insuficiência cardíaca crônica, sob efeito de quimioterapia e em crises de alergia ou bronquite. Pacientes em crise quase sempre devem ser atendidos em emergências.

No caso da reflexologia podal, o estímulo do mecanismo simpático pela dor é seu principal meio de ação. Ora, a dor promove vasoconstrição e contratura muscular, o que pode aumentar, por exemplo, a pressão arterial. Assim é necessário avaliar possíveis quadros em que não se deve estimular a dor. Nesses casos a estimulação é bem mais suave. Como gravidez e hipertensão arterial. Sempre que tiver dúvidas, evite aplicar a terapia.

A dor deve ser evitada em quadros em que o cliente está hipersensível. Como lábeis de ânimo e TPM.

Há quem contraindique em pessoas que tomam hipertensivos caso não lhe possamos aferir se a pressão arterial está regulada. Sabemos que a dor pode e costuma aumentá-la. Ora, a posição relaxada e o toque costumam regular a pressão, geralmente reduzindo-a. Com o cuidado de não promover dor, apenas um incômodo suave, creio que até seja indicada. Fica a dica: sempre utilize o bom senso e, em qualquer dúvida, evite o risco.

Você também pode descrever o caso e enviar para haddad.ibted@gmail.com.

Posição de trabalho

Vídeo: Sobre as posições de trabalho. As posições devem ser as mais confortáveis para ambos - cliente e terapeuta.

Podólogos costumam utilizar a posição sentado, que é a posição que utilizam na sua prática. Você deve escolher uma em que ambos - terapeuta e cliente - se sintam confortáveis.

Assepsia e investigação visual

Vídeo: Cuidados iniciais. Como assepsia e investigação visual. Com dicas, como a observação de acidentes na pele e sobre a velocidade durante a higienização.

Alongamento. Uma das novidades incluídas por Roberto Haddad são as manobras de alongamento. Ora, ao alongarmos ou relaxarmos um músculo, outros músculos do organismo tendem a relaxarem também. Respire de modo a relaxar e alongar o reto-abdominal e o diafragma. Ou receba uma massagem só nos ombros, só no abdome ou só no rosto. Assim como nos pés, um grupo de massagem em uma região tem o poder de promove reações positivas no resto do corpo.

Há uma sequência de manobras de alongamento e cinesiologia no DVD que você receberá.

No vídeo a seguir, apenas as manobras (a seleção delas e sequência ficará por sua conta).

Vídeo: cinesiologia e alongamento.

Investigação

Vídeo: Investigação tátil. Chegou a hora de procurar pontos sensíveis nos pés.

Se for avaliar o dorso dos pés, registre as dicas complementares abaixo ou adquira uma cartografia que inclua essa região. Muitas das cartografias, como a nossa, apresentam apenas pontos na planta do pé.

Dicas complementares: no maléolo externo e contorno: testículos em homens, ovário em mulheres. No maléolo e contorno interno: próstata em homens, útero em mulheres. Dorso dos pés: pulmão sobre os metatarsos, sistema linfático sobre o tarso.

Avaliação e retorno ao cliente

Vídeo: Retorno ao cliente. Sobre a avaliação dos pontos sensíveis. Certamente a parte mais delicada na reflexologia podal.

Identificados os pontos mais sensíveis, dê uma pausa para a identificação. Investigue na cartografia a que região se refere e informe ao cliente. Aguarde sua opinião. Não faça questão de estar certo, afirme se tratar apenas de um indicativo.

Tratamento. Tenha certeza: a dor promove reação, no mínimo, antiálgica, com reação corretiva na compensação muscular. A dor (o tratamento) deve durar pelo menos seis e no máximo doze minutos (de três a seis minutos em cada pé).

Vídeo: Sobre os toques de tratamento. Conforme a linha, o toque pode ser diferente.

Estímulos proprioceptivos. Outra novidade do método Roberto Haddad é a inserção de estímulos suaves visando reações especificamente hipotalâmicas e no ACCUBENS.

Vídeo: Manobras suaves. Manobras propriceptivas devem ser feitas com veículo deslizante.

Recursos cativantes. Sabendo que quanto maior a diferença no toque proprioceptivo maiores serão as reações hipotalâmicas e de bem estar, podemos e devemos utilizar algum recurso cativante. As séries de manobras com recursos cativantes estão no DVD que você receberá.

Vídeo: Recursos Cativantes. Dica sobre recursos cativantes. As manobras com recursos cativantes estarão no DVD que você receberá.

Duração e Encerramento

Duração. O tempo total com uma seção de reflexologia podal deve ficar entre 20 e 50 minutos. A dor (o tratamento) deve durar pelo menos seis e no máximo doze minutos (de três a seis minutos em cada pé). Os efeitos alcançados não parecem aumentar se imputarmos mais tempo de dor ao cliente.

Mais de 30 minutos em supino costuma incomodar a coluna, então procure utilizar os apoios complementares: coxa e ombros.

Antes do encerramento você pode utilizar recursos complementares. Como imergir os pés em água aquecida. Há aparelhos que, além de aquecer e manter a água aquecida, ainda dispõe de vibrador (massageador). E costuma ser cativante o uso de pétalas de flores, essências e/ou óleos essenciais na água antes de colocar os pés nesses equipamentos.

Encerrado o tratamento, retire o excesso de creme hidratante caso o tenha utilizado e aplique um creme, um spray ou ambos nos pés.

Vídeo: Limpeza final e encerramento glamoroso.

Cuidados com os pés após a limpeza final aparentam ser um serviço extra, daí lidar com eles como recursos cativantes.

Leis e legalização

As leis, regras e orientações da Vigilância Sanitária devem ser regularmente pesquisadas e seguidas. E mudam de município a município. Mantenha-se atualizado.

Qualificação profissional

Até agora (outubro de 2017) as Alternativas, tampouco as Reflexologias, foram regulamentadas. Qualquer um, mesmo sem certificado algum, pode conseguir um alvará como terapeuta holístico e trabalhar como reflexoterapeuta.

Espaço e preparos

Sem dúvidas o preparo do ambiente, do clima e do material é de suma importância para prática legal, eficaz e segura. Contudo, como esse tema é genérico, do interesse de todo e qualquer terapeuta, não faz parte especificamente do programa do curso de Reflexologia Podal Cativante.

 

Para adquirir o curso EAD Reflexologia Podal Cativante.

 

Para adquirir produtos IBTED auxiliares para os cursos podais

 

Para acessar a página do curso presencial Reflexologia Podal Cativante.

 

Para voltar ao texto: Reflexologia e outros cursos Podais.

 

Para acessar nosso site

 


Voltar à relação de cursos

 

IBTED Cursos, Produtos, Editora e Terapias

Contato: (21) 4126-5770 (TIM fixo) - (21) 99187-3020 (OI + Whatsapp) - 98250-0538 (TIM)

contato.ibted@gmail.com  -  facebook/ibted   -  facebook/robertohaddad.ibted