Início

Cursos

Textos

DVDs

Obras

Produtos

YouTube

Como chegar

Quem somos

Contato

Textos

Especialização em Recursos Artro-musculares

Método Roberto Haddad


Sobre o método

Regularmente me perguntam o que são os Recursos Artro-Musculares. E respondo: é o método que utilizo.

Sou um dos pioneiros das alternativas do Brasil. Iniciei as práticas ainda na década de 80 e os cursos em 1990. Nessa época frequentei dúzias de cursos. Só de massoterapia, mais de uma dúzia. Três de acupuntura, cinco de shiatsu, vários entre os de parapsicologia, quiroprática, Ayurveda, oito de fitoterapia e muitos outros. Fora os muitos grupos de estudos.

Todo esse cabedal tinha um objetivo principal: o alívio da dor, que era a minha dificuldade à época. Posso me considerar especialista em alívio da dor e, consequentemente, em reabilitação alternativa. Apesar de nunca ter cursado Fisioterapia, estudo intensivamente Fisiologia há duas décadas.

Outro fato muito importante foi a minha prática como voluntário. Completei 35 anos como voluntário no trato de males da terceira idade com manobras manuais e recursos alternativos. Sei que o meu objetivo era apenas beneficiar idosos, mas às vezes penso que o voluntariado me deixou mais benefícios do que os que pude contribuir.

Nesse caminho apareceu o método que penso ser o mais eficaz que consegui não só aprender, como desenvolver: os Recursos Artro-musculares. Você pode saber mais das minhas experiências com as terapias alternativas clicando aqui.

Posso afirmar que os Recursos Artro-musculares possuem três pilares:

·        Seleção e aprimoramento contínuo de manobras e séries.

·        Anamnese e diagnóstico diferencial.

·        Integração objetiva com outras terapias alternativas.

 

Seleção e aprimoramento contínuo de manobras

Sempre dei atenção a selecionar as melhores manobras para cada uma das articulações e músculos, com sequencia curta e eficaz. Também sempre me preocupei em aprimorá-las, e quase sempre consegui. E ainda me preocupo em mantê-las atualizadas, pesquisando novas manobras e revendo o método. A última grande revisão foi em 2002, apesar de pequenas melhorias anuais.

Veja exemplos de aprimoramento de manobra clicando aqui - vídeo no YouTube.

 

Anamnese e diagnóstico diferencial

Outra vantagem do método é a introdução de anamnese própria e diagnóstico alternativo.

Caso dos pés. Há pelo menos quinze males que acometem os pés, geralmente em grupo. Mas o cliente costuma pensar que tem apenas um: esporão de calcâneo, fascite plantar, neuroma de Morthon ou entorse. Raramente com diagnóstico de joanete, artrose, Haglund, bursite subcutânea, bursite retroclavicular, tendinite insercional ou não, luxação em um dos ossos dos pés, alguma tendinite ou outro mal. Ora, quase sempre conseguimos identificar alguns outros males além daquele reconhecido, o que terá importância na definição do tratamento e no tempo de reabilitação. Isto faz um grande diferencial. Veja o texto Pontos Sensíveis nos Pés. Assunto do curso Avaliação e Recursos Podais, módulo integrante das Massomobilizações.

Caso do punho. Há pelo menos seis quadros que costumam ser identificados sob o título síndrome do túnel do carpo. Ora, se soubermos qual o mal exato que, no caso, comprime o nervo mediano ao passar pelo carpo, podemos propor terapêutica mais eficaz que a regularmente utilizada. Por exemplo, há males nomeados de síndrome do túnel do carpo em que podemos imobilizar, outros, não. Entre esses males há quadros que reagem bem com calor, outros com gelo. Veja o texto Os Tipos de Síndrome do Túnel do Carpo.

Outros casos ainda poderiam ser comentados como o que inicia com o texto Fibromialgia 1 e comentado no texto Os Tipos de Torcicolo, mas deixemos para o curso, onde veremos também o tratamento mais coerente caso a caso.

Ou seja, sabemos que há vários casos em que o diagnóstico vem, no meu entender, deficiente. Assim o diagnóstico alternativo se torna ferramenta para selecionar melhor os recursos a utilizar, aumentando a eficácia da terapia e diminuindo o tempo e os custos no tratamento. Veja o texto Artroses sem prevenção.

 

Integração objetiva com outras terapias alternativas conforme o caso.

Há terapias que aliviam soberbamente os esforços e, consequentemente, as dores. Como a terapia do esparadrapo e a moxabustão.

A terapia do esparadrapo porque, no método que temos aprimorado, este recurso alivia os esforços articulares, transfere os mesmos a outras peças anatômicas, atua em mecanismos perceptivos, alterando a sensação dolorosa e, consequentemente, atuando diretamente na compensação muscular. Veja o vídeo no YouTube - Terapia do Esparadrapo, que comenta alguns dos mecanismos. O curso Terapia do Esparadrapo é obrigatório aos alunos do curso Recursos Artro-musculares..

A moxabustão, como toda erva que queima, irradia infra-vermelho, o que certamente tem aplicabilidade na reabilitação e no alívio de dores. Sobre o curso Moxabustão.

Repetindo

A eficácia alcançada com o método geralmente consegue grande alívio nos sintomas já na primeira seção. É tão supreendente e inacreditável que, como eu mesmo não acreditaria nisto se me contassem, sempre deixo o desafio: agende um horário com algum conhecido que tenha dor residual, indicação cirúrgica ou limitação de movimento. Pelo e-mail [email protected] ou whatsapp 21-99187-3020..

Página do curso Recursos Artro-musculares

Voltar à relação de cursos

 

 

 

Texto Como encontrar o assunto do seu interesse - texto, curso, doação, passeio etc.

Site do IBTED. Sobre cursos, textos, vídeos, produtos e outras informações.

Contato: [email protected].

Para receber textos sobre Terapias Alternativas, curta IBTED Terapias no facebook (facebook/ibted).

Para receber textos sobre Fisiologia curta Roberto Haddad no facebook (facebook/robertohaddad.ibted).

Peça para ser amigo de Roberto Haddad no facebook (facebook/carlosroberto.serraohaddad).

 

  

IBTED Cursos, Produtos, Editora e Terapias

Contato: (21) 4126-5770 (TIM fixo) - (21) 99187-3020 (OI + Whatsapp) - 98250-0538 (TIM)

[email protected]  -  facebook/ibted   -  facebook/robertohaddad.ibted