Início

Cursos

Textos

DVDs

Obras

Produtos

YouTube

Como chegar

Quem somos

Contato

Textos

Terapia do Esparadrapo  - como fazer


A Terapia do Esparadrapo consiste em aplicar tirinhas de esparadrapo, sem medicamentos, sobre a pele, com fins terapêuticos. Mas também podemos utilizar pontos, células e até pulseiras. Aqui vamos utilizar uma tirinha de esparadrapo (pulseira) para, em menos de um minuto, aliviar uma dor em membro (perna ou braço).

Se você tiver alguém com epicondilite, seja lateral ou medial, ótimo: você tem um ótimo motivo para aplicar a pulseira. Ou com dor no carpo, nos joelhos ou nos tornozelos. Mas se não tiver, faça o seguinte: consiga alguém para ajudá-lo na experiência. Não é fácil avaliar sozinho nem fazer em si mesmo.

 Chamemos este amigo de modelo. Agora você precisa achar pelo menos um ponto dolorido nele.

Vamos às dicas. Você pode ajudar a achar os pontos, mas o amigo deve apertar também o ponto com força. Só assim, quando ele apertar de novo e após a colocação da tirinha, ele vai confirmar o alívio imediato da dor.

Peça para o modelo dobrar o braço 90º. Ao final da dobra e junto ao osso, pode haver um ponto dolorido (ponto asterístico na primeira figura abaixo). Mas é mais fácil estar dolorido um ponto logo a seguir e em direção à mão, também na borda do osso (ponto quadrado). Ou outro ponto entre o músculo e o osso, afastado do primeiro ponto cerca de três dedos (do cliente) em direção ao indicador (ponto em estrela na mesma figura).

Coloque uma tirinha aberta no braço, não necessariamente na direção do ponto dolorido, mas um pouco acima ou abaixo ao longo do braço. Como uma pulseira, mas sem contornar todo o braço, aberta na direção do ponto da dor, como na segunda figura (acima).

Não deixe o esparadrapo esticar a pele ou ficar enrugado sobre ela. Se isto acontecer, solte e reponha a tirinha.

Para finalizar, aperte bem a tirinha contra a pele.

Pronto! Peça para o modelo tornar a apertar o ponto que estava dolorido e reavaliar. Provavelmente o alívio de dor será de pelo menos 50%. Costuma ser maior, quando o ponto está dolorido espontaneamente. Muito raramente o cliente não sente alívio imediato. Observe sua expressão de surpreso: é a regra.

Há detalhes para que o protocolo fique aderido por até quatro dias, orientações a fazer quanto à possibilidade de processo alérgico e outras recomendações. Mas deixemos os detalhes e outras aplicabilidades para os cursos.

Peça para o cliente retirar a tirinha ou retire você mesmo após 20 minutos. E a dor não volta a ser como era, para surpresa de todos. Bom, não é surpresa para a Fisiologia, mas vamos deixar as explicações para depois.

 

Acessar ou voltar à página do curso Terapia do Esparadrapo.


Texto Como encontrar o assunto do seu interesse - texto, curso, doação, passeio etc.

Site do IBTED. Sobre cursos, textos, vídeos, produtos e outras informações.

Contato: contato.ibted@gmail.com.

Para receber textos sobre terapias alternativas: curta IBTED Terapias no facebook (facebook/ibted).

Para receber textos sobre Fisiologia curta Roberto Haddad no facebook (facebook/robertohaddad.ibted).

Peça para ser amigo de Roberto Haddad no facebook (facebook/carlosroberto.serraohaddad).

 

IBTED Cursos, Produtos, Editora e Terapias

Contato: (21) 4126-5770 (TIM fixo) - (21) 99187-3020 (OI + Whatsapp) - 98250-0538 (TIM)

contato.ibted@gmail.com  -  facebook/ibted   -  facebook/robertohaddad.ibted